terça-feira, 31 de maio de 2011

Cantar


Não creio ser melhor sofrer calado.
Prefiro opor à dor qualquer cantiga.
Cantando, mando ao mundo meu recado
E evito que a tristeza só prossiga.

Amores transformados em enfado
Encontram companhia mais amiga
Nos cantos de carinho abençoado
Que afastam, docemente, toda intriga.

Cantar é ter, nos lábios, oferendas;
Pôr luzes no viver, quando escurece;
Guardar-se do deserto, em leves tendas.

Um canto de alegria mais parece
Magia a ressurgir de velhas lendas
Ou anjos recitando antiga prece.

18 comentários:

  1. Cantar não é algo que faça parte do meu universo, então é bom aprender.
    obrigada.

    ResponderExcluir
  2. A melhor atitude, diante dos revezes, é mesmo abrir o jogo e cortar o mal pela raiz, nada de guardar rancores. Esse soneto parece regado a mel...Beijos, Carla!

    ResponderExcluir
  3. Não canto porque notas musicais e minha voz decididamente não se combinam; no entanto, a música tem realmente embalado meus variados estados de espírito. Por exemplo, em uma época em que eu estava me cansando da vida, muito ouvi "Unchained melody" de Elvis Plesley. Prentendia que ela fosse trilha sonora da hora macabra, mas parece que teve efeito contrário, tanto que continuo a viver.

    Felicidades, querida!

    ResponderExcluir
  4. Olá poetisa Carla, que tudo permaneça bem contigo!
    Belo, sensível e sonoro poema!
    Com certeza a música não só alegra os ouvidos, mas, adentra ao coração e envia boas e novas vibrações a alma!
    Cantar, não só a tristeza afasta,
    Como também qualquer mal que nos atormenta,
    Cantar dá um basta!
    Sempre bom estar em um lugar que tem Algo além dos livros, como este expressivo poema!
    Agradecido pelas tuas visitas e comentários sempre tão gentis e, mais ainda pelos elogias as imagens postadas. Como você vê gosto deveras de fotografias, fazê-las e mostrar, e quando são admiradas mais me anima a fazer melhor!
    Desejo a você e todos ao redor intensa felicidade em suas existências, grande abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  5. Olá Carla. Estou seguindo teu blog. Adorei tuas escritas. Encantador teu blog. Beijos. Au revoir.

    ResponderExcluir
  6. oi querida,

    saudades...
    adorei
    cantar é ter nos lábios oferendas,
    isso é lindo demais...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. sílvia regina de oliveira31 de maio de 2011 23:37

    Carla,

    Cantardocecanto, docicandoindamais lábioseanjos - misterdepoeta, mistériodavida!

    Meusmuitos(e)(n)cantos,
    Safyra

    ResponderExcluir
  8. Carla, cantar é uma panacéia, cura todos os males...

    ResponderExcluir
  9. Concordo inteiramente! E com palavras não tão poéticas, eu repito Caetano: "cantando eu mando a tristeza embora..."
    Bjooo

    ResponderExcluir
  10. Cantar é sempre o melhor remédio e falo porque fui crooner de banda durante quase 20 anos...
    Subia ao palco e a magia me invadia...
    E ouvir as liras de um anjo, então, nos aquece o coração.
    Grande beijinho

    ResponderExcluir
  11. Como seu soneto tão belo toca mesmo o coração (vejo que aqui todo mundo fica romântico), trouxe um presentinho que amei fazer pra você:

    Cantora da poesia

    Solfejou em verso, ao inspirar vida
    Dedilhou a dor e fez no arranjo um riso
    Samba, bossa ou chá-chá-chá, querida,
    Na harmonia, vale o improviso.

    O instante existiu, Cecília cantou
    A canção foi tudo. Permaneceu.
    E o poetinha todo se incendiou
    Cantando pela luz dos olhos teus.

    Carla canta de prece e magia
    Para que a tristeza não seja só,
    Que saiba render-se à alegria.

    Menina que faz dançar amores
    Viagens por algo além dos livros
    Aonde vão poetas e cantores.

    ResponderExcluir
  12. Seu blog é muito interessante...
    Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
    Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
    E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Diziam que ao cantar falamos com os anjos...
    Muitos bjs querida amiga

    ResponderExcluir
  14. Minha amiga cantar é melhor coisa a gente põe um pouco de nossas angustia pra fora..

    Tenha um otimo final de semana..

    Beijos de Luz...

    ResponderExcluir
  15. Carla, que excelência!

    Abraços

    Priscila Cáliga

    ResponderExcluir
  16. Esse blog é um encantador poço de sensibilidade, quanto mais bebo mais tenho sede.
    Amei, deveras.

    ResponderExcluir
  17. E estes versos trazem a sabedoria que aprendi com minha avó Deolinda: "quem canta sues males espanta." Beijos, Carla.

    ResponderExcluir