quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Aula de Magia

Aulinha útil até pra quem tem crianças

Oi, pessoal!

Acabou de sair minha "Primeira Aula de Magia", no Diário do Engenho. Leiam quando tiverem um tempinho. Espero que gostem.

Beijos!

21 comentários:

  1. Poxa Carla! Na boca do sapo também não! Eles não fariam isso, fariam? kkkk
    ótimo texto, como sempre.
    Um bj

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Carla, o som do próprio nome é o mais lindo...Ótimo o seu texto, parabéns! Beijo e uma linda noite!

    ResponderExcluir
  3. Amiga, nessas horas é preciso ter conhecimento de magia, de feitiçaria, de brixarias e todas as rias... rsrsrs
    Muito bom!!! Abraços

    ResponderExcluir
  4. Que delícia saber que é iniciada na magia!
    São João da Barra, a propósito é lugar super mágico.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carla!
    Carlaaa... Carla Ceres? Olha, você precisa dividir seus alunos de magia em grupos, porque alguns entendem tudo errado e fazem estragos terríveis.
    Gostei muito da primeira aula (todos os aspectos: psicologia, magia, educação das crianças e o trato com a moça do telemarketing).
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá minha querida amiga. Você parece bombril, tem mil e uma utilidade, kkkk. Eu amo viajar, mas procuro não viajar com chuva pois é mais perigoso. Mas adoro curtir uma chuvarada de dentro do motor home. Um grande abraço. Tenha um ótimo final de semana. FIQUEM COM DEUS.

    ResponderExcluir
  7. Haha…!Amei!
    A propósito,qual é mesmo o seu nome verdadeiro…? ^^

    ResponderExcluir
  8. Carla, acompanho seu Blog a um bom tempo e gostaria que você comentasse sobre a obra do escritor, professor, dramaturgo(segundo a Wikipédia), Miguel M. Abrahão. Acabei de ler o romance dele A Escola: onde está um, estão todos e fiquei encantada. Sei que boa parte de seus livros foram publicados em nossa Piracity e que era um dos autores favoritos do folclorista João Chiarini. Hoje, via Google encontro pouca coisa dele: ou suas principais obras estão esgotadas outras estão em publicação on demand e uma pequena parcela dela está sendo reeditada. Por exemplo, estou atrás de O Bizantino, mas não encontro nem em sebos. Parace que os direitos estão nas mãos de agentes ou de herdeiros, não sei bem. Aliás, ele é vivo ainda? Ainda escreve? Gostaria de informações. Abs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lucília! Meu nome verdadeiro estava no papelzinho que o sapo cuspiu. Ficou meio babado, não dá pra ler. rsrsrs Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Cristina! O Miguel foi meu professor no colegial e deu aula pro meu irmão na faculdade. Não tenho informações atualizadas sobre ele, mas acredito e espero que esteja vivo. Obrigada por visitar meu blog! Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Nossa mei o texto, realmente parece uma magia muito poderosa, não tinha me ligado nisso!
    Beijocas e excelente final de semnaa!

    ResponderExcluir
  12. Olá Bom dia Carla. Adorei o texto! Vc com toda sua criatividade. Adorei essa magia poderosa! rsrsrs Bjos e ótimo domingo.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Carla, excelente texto gostei muito, primeiro da forma como se livrou da doralice e depois do ensinamento.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. Cristina ,
    Felizmente afirmo que Miguel Abrahão está vivo sim , pois fui aluno dele ano passado .Quanto às suas obras não possuo informações de onde consegui-las , sinto muito.

    ResponderExcluir
  15. Minha querida

    Adorei o texto e a magia...muito bom mesmo.

    Deixo um beijinho com carinho~
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  16. Miguel M. Abrahão31 de outubro de 2011 19:56

    Carlinha, que prazer ter notícias sobre você, menina. Atendendo a sua solicitação, escrevo para a sua estimada (e minha!) leitora CRISTINA com o propósito de lhe passar algumas informações sobre a minha obra.
    Bem, Cristina, em primeiro lugar, obrigado pelo carinho com meu livro A Escola: onde está um, estão todos. No mais, gostaria de lhe dizer que continuo a escrever e a publicar sim. Muitos de meus livros estão esgotados, mas é por uma questão de falta de projetos editoriais interessantes (o que está sendo resolvido nesse momento pela minha agente literária, Ana Maria Santero). Este, por exemplo, é o caso de O Bizantino, que você procura. Já obras on demand são uma opção minha (principalmente as de teatro - que, infelizmente, é uma área da literatura que quase não encontra leitores no Brasil - e parte das infantis. No mais, tenho duas obras novas que deverão ser publicadas em breve. Espero ter esclarecido suas dúvidas e, mais uma vez, obrigado. Um grande abraço para você e outro para a Carla, minha ex-aluna, por permitir este espaço tão precioso.

    ResponderExcluir
  17. Carla, ja passei por la pra te ler,gostei muito. Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  18. Miguel, fiquei emocionada demais ao ler sua resposta aqui, principalmente depois que li num site que você era avesso à entrevistas e respostas. Me senti honrada. Vi que vc tem um Blog também e tentei me comunicar com vc por ele mas parece que ele não aceita comentários ou eu me equivoquei? Bem, mesmo assim, envie-lhe meu e-mail por ele. Posso dizer que fiquei sua fã nº 01 depois do A Escola: onde está um, estão todos. Obrigada pela atenção. Obrigada vc também, Carla, por ter me aproximado dele. Beijos, beijos e beijos aos dois.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite, Carla
    Gostei da sua lição de magia. Ainda bem que vc não deu nenhuma lição de bruxaria, porque nessa arte eu sou exímia ))
    Falando sério, GOSTEI, sim. Muito!

    Uma semana mágica. Beijinhos

    Este comentário eu deixei lá no Diário do Engenho.
    Acrescentarei que considero muito importante a parte em que vc alerta para a importância dos nomes - usar ou não usar.
    Pessoalmente penso também que, além de tudo o mais, é um risco as crianças andarem assim identificadas - facilita o trabalho de raptores, traficantes de drogas... enfim, dos malfeitores dum modo geral.

    E agora sim... uma semana feliz.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Amiga, gostei dos conselhos deixados lá, no meu infinito... rsrsrsr
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Olá minha querida amiga Carla. Sabe que temos algo em comum pois também sou doador de órgãos, mas acho que quando eu partir estarei tão usado que pouco ou quase nada poderá ser aproveitado. Bom receber tua visita. Lembranças para o teu marido, ou esposo, como queira, espero um dia poder conhecê-los pessoalmente. Um carinhoso beijo do amigo de sempre,embora por enquanto apenas virtual. FIQUEM COM DEUS.

    ResponderExcluir